jueves, 22 de noviembre de 2012

O amor... E bullying.


O amor... Uma palavra feia e dolorosa, disfarçada de carinho e beleza.
O amor é só pra profissionais. Por quê? Porque o amor é confuso. É tipo um serralheiro. Ele é professional em fechaduras. Uma pessoa que não é professional no amor, pode sair machucada e pode chegar a dizer: NÃO VOU AMAR MAIS!, pensando que todas as pessoas que ela vai sair, vão magoar ela de novo. Mas, cara, me diz uma coisa... Ainda há homens que gostem duma garota pelo SORRISO dela e não pelo seu bumbum? Há? Se há, me mostre, porque eu não acho! 
Qual é a graça de sair com uma mulher que só tem bumbum e peitos? Olha para seu sorriso! É lindo? É né? Então, você só olha o bumbum né? Ela tem coisas MUITAS MAIS LINDAS que só uma merda de bumbum e peitos. Imagina: Tem uma garota gordinha que gosta de você, com um sorriso e um coração MARAVILHOSOS, mas você não vai sair por ela por três coisas: Porque é gorda; porque não gosta dela ou porque tem medo de que seus amigos te xinguem só por ela ser gorda, né? É, sabia. Ela sofre porque você a ignora. Cara, você ama ela? Você a ama? Então, que está esperando? Uma invitação? Não se preocupe pelo que teus "amigos" podem chegar à dizer. Imagina que um dia ela vai e te fala: 
- Ei, gosto de você faz tempo mesmo. Prometo te fazer feliz de qualquer jeito que eu possa.
Aí você seguro vai pensar: 
- Cara, essa gorda vem falar comigo. Não entende que não gosto dela? Pelo amor de Deus...
PARA! NÃO! Tudo volta em dobro, seu idiota. Se você não gosta dela, pelo menos, diz algo com amor, com carinho e sem magoá-la, porque não esqueça que ela TE AMA e VAI TE FAZER FELIZ DE QUALQUER JEITO. 


Ei, você, que está lendo isto. Sofre bullying? Fica tranquilo/a. Fala com seus pais ou com um professional. Você precisa de ajuda, não precisa de se cortar ou ser torturar se olhando ao espelho. Você é perfeito/a como é, não dé bola à alguém que não tem outra coisa que fazer. E lembra: TUDO VOLTA EM DOBRO. 



Micaela Sol.

No hay comentarios:

Publicar un comentario en la entrada